Lipoaspiração x Criofrequência. Entenda como obter resultados sem cirurgia

A lipoaspiração é um mecanismo de remoção de uma extensa camada de gordura na região abdominal. Para isso, é necessário passar por um procedimento cirúrgico com cortes na região para sugar a gordura localizada.

Este é um método muito utilizado por muitas mulheres, que é claro, pode conter alguns perigos quando não é feito corretamente.

O que acontece é que o perigo está justamente no corte, pois pode perfurar algum órgão, portanto, se você está pensando em fazer uma lipoaspiração, não se assuste com isso, pois é algo muito difícil de acontecer com relação ao número de lipoaspirações que são feitas anualmente.

lipo_sem_corte_criofrequenciaAntes de fazer a sua lipoaspiração, procure profissionais certificados e com um bom histórico de carreira, procure se informar sobre a clínica na qual ele trabalha e as condições de higiene da mesma.

Mas se mesmo com todas as precauções tomadas, você ainda tem um certo receio acerca da lipoaspiração, que tal experimentar a lipo sem corte?

Este é um método inovador, lançado no mercado da estética após um longo estudo realizado em Israel, na qual comprovou a eficácia deste tratamento na remoção da gordura corporal.

A lipo sem corte é um procedimento totalmente seguro e autorizado pela ANVISA, e chegou no Brasil após a aprovações de congressos em muitos estados.

Este procedimento também é conhecido como Criofrequência, e muitos profissionais dermatologistas estão buscando se especializar nesta área, tendo em vista que o ramo do emagrecimento está com mais novidades a cada ano, e com isso, muitas mulheres estão buscando incessantemente estes tratamentos.

De fato, a lipoaspiração é um procedimento que garantem resultados mais abrangentes, na qual retira-se grandes camadas de gordura. Por outro lado, a Criofrequência é indicada para pessoas que estão no seu peso ideal, mas que possuem gorduras que nem mesmo os exercícios físicos conseguem eliminar.

A Criofrequência é realizada por meio de um ultrassom focalizado, onde as ondas ultrassônicas atuam nas células de gordura encontradas abaixo da pele (camada subcutânea) e as rompem. Isso não interfere ou danifica de modo algum os vasos sanguíneos ou tecidos nervosos da pele.

Após isto, as gorduras rompidas são transportadas para o fígado, na qual serão metabolizadas em forma energia.

Este procedimento pode ser realizado no abdômen, nas coxas, nas nádegas, cintura e braços. Este procedimento não volta-se para a perda de peso, mas sim, para modelar o corpo e torna-lo mais definido e enxuto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *